90’S E JOÃO BRAGA

Fala-se do retorno das super models, lá da década de 90, para além dos anos 2000, 2008 mais precisamente. Cláudia Schiffer vem de Channel e Salvatore Ferragamo; Eva Herzigova de Cavalli; Christy Turlington para Escada e Channel acessórios e todas (sem Christy) mais Stephanie Seymour e La Campbell, para Louis Vuitton, sem falar do murmurinho de Linda Evangelista como novo (?) rosto da Prada. Lendo sobre esse revival, imediatamente me lembrei de João Braga e seus sábios ensinamentos. Foi ele que, em suas memoráveis aulas de História da Moda na faculdade, discorreu sobre a sequência cronológica de reinterpretações de décadas passadas nas temporadas de moda. O mínimo: 20 anos. Depois do boom 80’s, com seus flúors e Wayfarers, nada mais linear do que um retorno aos anos 90. Olha aí o Air Max marcando presença. E Schiffer, Turlington, Herzigova, Evangelista.

Eu, particularmente, adoro. Sendo de 1981, foi nos anos 90 que comecei a consumir o mundo com vontade própria. Foi quando me tornei adolescente, quando dei o primeiro beijo, quando menstruei, quando comecei a depilar pernas e sobrancelhas, quando amei pela primeira vez, enfim, quando um mundo de descobertas e possibilidades se abriu para mim. Foi a década na qual me apaixonei por moda e por seu universo. Foi a década de minha primeira assinatura de revista – Capricho – veículo por onde eu, lá de minha cidadezinha natal (Guararema, que nem é tão lá assim, pois fica só a meros 90 min de São Paulo, com cerca de somente 20.000 habitantes), viajava pela cultura adolescente do mundo afora, e viajava em também, algum dia, fazer parte dele – da cultura do mundo afora. Que delícia!

Por carinho e nostalgia, sigo o fluxo 90’s da moda e relembro algumas coisitchas que me marcaram durante essa década passada. Gisele, inesquecível, em iniciozinho de carreira e em pencas de editoriais da Capricho; Confissões de Adolescente (não preciso dizer mais nada); meu primeiro título mundial de futebol; o retorno do All Star aos meus e aos seus pés; os grunges com seus coturnos, seus xadrezes (tendência!) e sua atitude rebelde low-profile; as meias 7/8 grossas e coloridas, para se usar com saias e vestidinhos (mais tendência!!!); o Programa Livre e a voz à juventude e mais muitas outras coisas que aqui não se ilustram mas que foram bem importantes para nos delinearem e conduzirem ao que somos hoje.

Década perdida só para quem fechou os olhos a ela e não a viu passar.

Eu vi.

LOUIS VUITTON COM AS 90’s CLAUDIA, EVA, NAOMI E STEPHANIE

2 Respostas to “90’S E JOÃO BRAGA”

  1. João Gustavo Says:

    Olá! Li o textinho com o qual vc venceu o concurso do Prataporter, e fiquei bastante surpreso! Pois além de vc escrever bem (“poeticamente” falando, se me faço entender), o texto ainda ficou coerente, sem um pingo de pieguice e nada da afetação comumente encontrada no jornalismo de moda. Super adorei o que vc escreveu para o Prataporter e estou adorando este blog!! Vou continuar lendo, com certeza!
    Beijos, e espero que o curso seja muito, muito proveitoso! – Daqui de Belo Horizonte não poderia ir… =(

  2. tatirodrigues Says:

    Olá João. Obrigada pelos elogios. Adoro escrever e saber que minhas palavras estão sendo apreciadas por aqueles que as lêem é realmente muito bom. Fora a emoção de receber o primeiro coment no “Avesso”. E passa sempre por aqui sim! Bem-vindo, você e todos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: