DA SAUDADE E DE UM EMAIL DE FIM DE EXPEDIENTE

E Lethicia escreveu: “Talvez porque eu sei que quando escrevo parece que as coisas que eu estava pensando vão embora…”

E eu respondi: Acabei de descobrir porque gosto tanto de escrever. Porque quando escrevo as coisas saem de mim e vão para o mundo, e parece que a responsabilidade é dividida. O peso diminui e a esperança aumenta, mesmo que seja uma esperança de não sei o quê.

Outra coisa: “Preciso parar de ser preguiçosa, virar ativa, e não ter saudade das coisas…” Taí outra coisa você disse que eu não tinha prestado atenção. Será a saudade uma forma de preguiça? Será a saudade uma vontade de se ter o que já passou ou o que não se tem porque temos preguiça de ter e fazer acontecer o que nos é de fato e real?

Nossa, você tá filosófica hoje Le. E me fez parar. E pensar.

Adoro isso.

E também estava com saudade de nossas conversas. Mas só porque não estávamos conversando, pois agora que estamos não preciso mais senti-la simplesmente porque o objeto da minha saudade está sendo real, está acontecendo. Estou agindo.

É, inegavelmente sua percepção tem muito de verdade. Mas e quando o objeto da saudade não nos é mais atingível? O que fazer? – agir e gostar de muitas outras coisas para não ter saudade do que se gostou e já passou pode ser uma boa solução, como você mesma pontuou.

E quando a saudade é do que não se sabe, neste caso, é necessidade de se fazer algo, mas não saber ao certo o quê.

Também amo você e amo nossos diálogos sobre nada, sobre tudo, sobre ser feliz e sobre onde o pi acaba.

diálogos sobre o tudo e o nada via celular

2 Respostas to “DA SAUDADE E DE UM EMAIL DE FIM DE EXPEDIENTE”

  1. Lethicia Galo Says:

    Eu visito todos os dias. Faz parte dos meus favoritos. E ‘e tipo como entrar no email. Mas o computador pifou, e nao tem nada favoritado no que uso nesse momento.

    Eu gosto de conversar sobre tudo, sobre nada, sobre onde o pi acaba.

    Na verdade, acho que as coisas mais legais da vida, eh voce falar sobre nada. Eu ja desisti de buscar entender as ocisas que talvez facam sentido. Elas realmente nao valem a pena, porque talvez, quando descobrirmos, nao vao ter mais graca. Vamos conversar sobre nada, enquanto eh tempo!

    Amo voceeee!

  2. maricmmc Says:

    duas constatações que concordo..1a-escrever é terapeutico..as coisas saem de dentro de mim e vão p minha frente.E assim posso enxerga-las melhor e solucionar oq precisar ou simplesmente parar de me desgastar com algo q não mereça meu precioso tempo..
    2a constatação:ter saudade,na verdade é ser acomodada..pq no “antes” não existiam varias situações q a gente vive no “hoje” e q não sabemo lidar..é a zona de conforto da qual temos q lutar diariamente p não entrar.
    esses momentos filosóficos são ótimos!”terapia de grupo on-line” hahahahahah
    bjbj
    mari
    francesinhadevanguarda.wordpress.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: