grunge way of life: into the wild

Pela segunda vez, ontem, rodei os EUA (descendo o rio Colorado até o México ou subindo de carona até o Alasca) ao lado de Christopher McCandless. Ou Alexander Supertramp. Ou Emile Hirsch.

into_the_wild_5

Na Natureza Selvagem é daqueles filmes que se você não assiste pela história ou assiste pela fotografia, ou pelo diretor, ou pelo ator, ou pela natureza, selvagem, quer seja em flora, fauna ou humana. A história é linda, assim como o personagem interpretado por Hirsch e filmado por Penn ou o cenário, natural, criado por um outro alguém.

into_the_wild_7

Tá, dramática, canceriana e inquieta que sou, nada menos original do que a reverência ao filme. Mas, para além do grito silencioso e definitivo de Chris, a história narrada em película traz, para mim, jeans, coturnos, camisetas e um Eddie Vedder mais rasgados – e barbas e cabelos mais desgrenhados – que qualquer editorial de moda que se proponha a reler os anos 90 e o grunge que lhe sustenta (por isso o figurino me pareceu tãão atual). Isso tudo paramentando um personagem cujo aos mais desavisados, parece o hippie ser o movimento mais acertado.

into_the_wild_8

into_the_wild_4

into_the_wild_12

Partindo do desaviso à atenção cuidadosa, percebemos, enfim, que se Vedder e Cobain cantaram uma geração, Christopher McCandless bebeu cada letra e arrastou cada acorde, fugindo de uma sociedade carcereira para se aprisionar em uma natureza derradeira, buscando um algo além que foi sempre seu e de mais niguém. Daí a adequação estética. Daí a harmonia fonética. E daí a conjunção poética. Com os dias de hoje, inclusive.

Eu me colori com os 80’s e me percebi nos 90’s, americanizada no conceito de road life – afinal o que se encontra no fim da estrada sempre me pareceu mais interessante do que aquilo que impulsiona seu começo.

into_the_wild_13

Mas no fundo, bem lá no fundo mesmo, é o que nos acompanha, a todo tempo o tempo todo, o caminho natural que nos conduz a toda e qualquer (r)evolução, seja ela a plástica ou a espiritual.

Tags: , , , , , , , , , ,

7 Respostas to “grunge way of life: into the wild”

  1. Luigi Says:

    Ai toda vez que eu vejo esse filme eu penso nisso! Super 90 né? Sem contar o que é triste…

    Beijos!

  2. Dani Says:

    A muito tempo queria ver esse filme, e lendo seu post, fui vê-lo! Maravilhoso… Valeu a dica.

    Bisous…

  3. Márcia Mesquita Says:

    nossa, esse filme é um dos MAIS LINDOS QUE EU JA VI
    eu lembro q fui no cinema com meu amigo, ambos perdidos e recém-formados e saímos mudos. mudos mudos mudos, não conseguíamos elocubrar sobre o filme. daí, depois de uma meia hora, a gente falou: putz, to muito mal!!!
    heuehuaehuaheuhaeuhuae
    já vi mais algumas vezes, maravilhoso, maravilhoso
    “felicidade só existe se compartilhada”

    e sobre o cabelo: HAHAHAHAHAHAHAH choray com suas dicas. mas eu loura devo ficar o CÃO! o meu cabelo é bem anos 70 sabe? frizz total HAHA. quando fica hidratadão, fica chué pq tenho pouco, por isso vou tocar a tesoura.

    beyjassss

  4. carrozzo Says:

    Engraçado.por boa parte do filme, nao me senti tocado – fora pelas paisagens, estonteantes..mas, no final…putz..litros de lagrimas!
    Tocou fundo.

  5. palomitaschics Says:

    adorei seu blog!! AMO esse filme, acho ele demais, só acho o fim triste:/
    tenho um blog também, de moda e tendencias, se puder dar uma passadinha lá…
    http://www.palomitaschics.wordpress.com
    ;*

  6. Maíra Says:

    também amo esse filme. paisagens contemplativas, música harmonizando… combinação das favoritas. tudo sem maiores clichês mas também sem pretensões pseudo-intelecto. magnifique. =)

    adoro sua maneira de escrever. ganhou (mais) uma leitora. beijocas.

  7. lethicia Says:

    eu já disse né? sou apaixonada por isso, pela fotografia, pela historia, e pro tudo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: