COZ WE CAN DO IT, CAN’T WE?

E o luxo do figurino, da saia mini, do amarelo, do rabo-de-cavalo, do chiclete, da reconquista, do choro, do couro, da mobilete, do boy.

A franja, o canudinho, os faróis.

E o luxo, hein?!

Sem precisar dizer.

Tags:

9 Respostas to “COZ WE CAN DO IT, CAN’T WE?”

  1. Fabiana Says:

    Muito linndo ´tudo …uma pena o cigarro né!!bjoos

    • tatirodrigues Says:

      É, também não gosto e por isso parei com o meu. Maaaas, nesse caso, lá nos anos 70 (época do filme), o cigarro funcionava mais ou menos como a mobilete, o couro, o chiclete e o canudinho. Bejoca Fabi.

  2. Fabiana Says:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….. o bonito mesmo era o cigarro nas mãos …nem vamos tão longe…na minha adolescencia (é…bem longe kkkk) tbem achava lindoo um cigarro na boca…aprendi a fumar pq achava lindoo …kkkkkkkkkkkkk..mas ainda bem não viciei!!Estou te seguinto tbem ..adorei seu blog! bjoossssssss

  3. Jessica Says:

    Ai que incrível!!!

  4. Silvia Says:

    Pois eu preciso admitir que como boa fumante que ainda não abandonou o vicío que o cigarro faz toda a diferençanas cenas. em filme, cigarro parece que não faz mal! e por mais que a gente saiba que faz… eu não consigo deixar de achar sexy e imaturo. acho que cigarro é perfeito pra compor personagens imaturos, inseguros e, literalmente, dependentes de algo ou alguém. é só olhar pra cara das crianças (porque pra mim pareceram crianças) fumando no segundo vídeo. é uma mulecagem borbulhando, exatamente como na época em que a gente experimenta o cigarro pela primeira vez e também experimenta a rebeldia.

    enfim, não vim aqui falar nada disso. acabei me empolgando e adorei os vídeos. muito fotos. principalmente os cabelos, as caras, os figurinos, a inocência.

    vim só dizer que te linkei lá no blog e colocar o que comentei la aqui tb, porque acho que vc não vai ver:

    mas eu disse que: “Se Tati Rodrigues nos ama, o que mais a gente quer?” de verdade Tati, brigada!
    São blogs como o seu que me fizeram querer ter um!
    Pode me avisar quando for o lançamento do livro! quero estar lá.

    beijoca

    • tatirodrigues Says:

      “acho que cigarro é perfeito pra compor personagens imaturos, inseguros e, literalmente, dependentes de algo ou alguém”

      Minina, nunca tinha pensado no cigarro desse jeito, mas faz todo sentido, não?!

      E ainda tem mais: “é só olhar pra cara das crianças (porque pra mim pareceram crianças) fumando no segundo vídeo. é uma mulecagem borbulhando, exatamente como na época em que a gente experimenta o cigarro pela primeira vez e também experimenta a rebeldia”.

      É isso, exatamente isso.

      Fiz 28, dizem que as coisas na vida vão mudando de 7 em 7 anos. Bom, uma delas foi o cigarro, parei. Talvez porque a molecagem não borbulhe tanto mais…

      … não, acho que não, hahaha!

      Bejão linda!

  5. Silvia Says:

    desculpe por escrever tudo errado!
    tendinite bombando aqui e sono tb!

  6. Hannah Sá Says:

    super estranho essas “crianças” fumando.. õ.o
    nunca vi esse filme… é de 70… chegou a ser lançado aqui com que nome?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: