hortênsias

Se o Natal não me dá lá muita onda, o amor sempre afoga. Tipo hoje 30, véspera de 31 que antecede o primeiro, aquele que deve ser o início do que se pressupõe e deseja maravilhoso, melhor que o anterior, inovador, embarque para o lugar aonde se deve ir, enfim e afinal.

Pois então que a dor interferiu no peito desde às 6 da manhã. E se eu falhar na promessa do ano novo e bom? Terei falhado no que todos estão programando sucesso desde os pacotes fechados de antes de dezembro. Fracasso total e contra-a-maré, serei eu.

Mas aí sabe que não? Ano Novo é meio como fim de relacionamento. O mundo se apresenta inteiro pra você, bem ali na sua frente, sem nenhum mês ou cara-metade por entre. E bate o medo, porque ter tudo só para e por si é responsabilidade de aguentar no lombo a felicidade própria, com todas as derrotas que ela traz. Sem nenhuma semana seguinte pra protelar ou coração alheio a quem derramar culpa.

Coisa lôca isso.

Saindo de 2009 mais eu do que nunca. E mais apavorada, natural. Logo como é quando a gente resolve assumir os passos que dá.

Só precisam eles manterem-se me sustentando. Só preciso eu mantê-los sustentados.

E tá tudo certo.

Com ou sem jacaré, mas com muita respiração boca-a-boca, espero.

E na contínua remada contra-corrente.

À 2010, a revolução pelo direito de se ser o que se é.

(Helen, I really love you. Thanks for being part of my life. Since 2009 until forever. Assim como Drago, dad, mom, Xchté, Rei, mãe Suely, pai Buby, Gallo, Ana Flávia, Kdela, tia Lú, Ivete e todo mundo que não tá descrito mas é parte de mim há algum tempo. Ou os novos que serão seniors. Ou os passageiros que se dentro de mim ficaram foi porque motivo deram.)

E todo mundo que me vem ler neste Avesso.

Que o próximo ano continue me entregando aquilo que preciso ter.

2010, vem!

Tags:

5 Respostas to “hortênsias”

  1. santarendeira Says:

    Friend, 2009 vai ficar marcado prá sempre como o ano que vc entrou na minha vida. Sem palavras. E ainda teve Rei junto, e Xchté maravilhosa apresentada por você. Vai ser difícil superar, mas aposto muito no nosso 2010. 2gether. always.

    beijobeijobeijo.

    helen

  2. Silvia Says:

    “…E na contínua remada contra-corrente.
    À 2010, a revolução pelo direito de se ser o que se é”.
    tim-tim.

    Feliz ano novo, feliz novas escritas sábias.

  3. alda Says:

    Felizzzzzzz 2010 querida!! muita vibe boa p/ tua vida aliás p/ nossa vida!! bjaaaaaao

  4. Lúcia Rodrigues Says:

    2010 será o ano que você projetou. Se colocou um objetivo, uma meta na sua vida pessoal, profissional e familiar, não tenha dúvidas, tudo se relizará.
    Nossos sonhos, realizações, infortúnios, alegrias, amores e desamores…são nossas responsabilidades, buscamos isso.
    Basta procurarmos com honestidade nossos sentimentos e saberemos que quando o “dedo podre” funciona é porque a gente quis assim.
    É mais fácil sair com um cara f da P… do que com um cara legal, é muita responsabilidade amar alguém que merece.
    Tatinha, que Deus e os anjos continuem de protegendo.
    Bjs,

  5. Dunhill Says:

    Boa, Junão!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: